A chegada de um novo irmão

a-chegada-novo-irmao1É sempre com grande alegria que se recebe o nascimento de um bebé na família, nascimento este que tem tudo para ser fonte de felicidade.

Mas por vezes o nascimento de uma criança pode ser um “pesadelo” para o irmão mais velho.

Pesadelo este, que se pode tornar muito complicado para os pais gerirem, pois têm de concentrar maiores atenções num ser que é totalmente dependente deles, e noutro ser que apesar de ser mais velho, também necessita de muita atenção, e porque continua a ser simplesmente uma criança.

É natural que nesta fase se registem alguns retrocessos, tais como:

  • Comportamentos mais infantis;
  • O falar “à bebé”;
  • Querer beber o leite pelo biberão;
  • Usar a chucha e fralda novamente;
  • Fazer chichi na cama;
  • Birras;
  • Fase de negativismo;
  • Menos autonomia.

De seguida irei definir algumas estratégias que os pais devem adoptar para mais facilmente ultrapassar estas dificuldades:

Desta forma, contribuirão para que a criança se sinta mais aceite e amada, em que passado algum tempo a criança voltará ao normal e, de repente, parecerá até mais crescida do que antes!

a-chegada-novo-irmao3Estas estratégias também vão permitir a si mesmo um conhecimento e uma aprendizagem que farão de si um educador mais atento e consciente.

De seguida, deixo algumas sugestões de histórias e livros que podem trabalhar com os vossos filhos.

Ruca :: Um novo membro

Fonte do Artigo:

Brazelton, T.Berry, “ A Relação mais Precoce”, Editora Terramar

Brazelton, T.Berry, “ Dar Atenção à Criança”, Editora Terramar

http://www.junior.te.pt