Contar Histórias

Nos tempos que correm, é cada vez mais importante os pais conseguirem tirar um tempo das suas vidas agitadas para dispensarem aos seus filhos, mesmo que seja antes de deitar a criança pelo ato de contar uma história.

Nestes pequenos momentos são criados laços de afeto entre pais e filhos mas não só, está também a ser fomentado o gosto pela leitura ao mesmo tempo que se desenvolve a capacidade cognitiva da criança.

contar-historias1

Então porquê contar histórias às crianças?

A história é uma narrativa que se baseia num tipo de discurso imaginário. As fábulas, os contos, as lendas são organizadas de acordo com o repertório de mitos que a sociedade produz. Quando estas narrativas são lidas ou contadas por um adulto a uma criança abre-se uma oportunidade para que estes mitos, tão importantes para a construção de sua identidade social e cultural, lhe possam ser apresentados.

Qual a diferença entre ler e contar uma história?

São duas coisas muito diferentes, porém ambas muito importantes. Um texto escrito segue as normas da língua escrita que são completamente diferentes daquelas da linguagem falada. Quando uma criança ouve a leitura de uma história ela aumenta o seu vocabulário e seu campo semântico.

Quando os pais lêem para uma criança não lhe transmitem apenas o conteúdo da história mas sim promovem o seu encontro com a leitura, possibilitando-lhe adquirir um modelo de leitor e desenvolve nela o prazer de ler e o sentido de valor pelo livro.

Há opiniões divergentes neste campo: alguns autores consideram que o contador sem o livro tem mais liberdade de acentuar emoções, modificar o enredo segundo as reacções da criança e portanto, melhor comunicação com o público infantil. Teria ainda mais disponibilidade para trabalhar sua voz e seu gesto.

Alguns pontos que deve ter em consideração quando conta uma história a uma criança:

Não nos podemos esquecer que o ato de ler uma pequena história ao deitar, não só estabelece uma maior relação entre pais e filhos como incentiva o gosto pela leitura enriquecendo o seu vocabulário, ampliando o seu mundo de ideias e conhecimentos, desenvolvendo assim a linguagem e o pensamento.

Uma simples historia para uma criança é o essencial para estimular a sua atenção, memória, ajudando muitas vezes a resolver conflitos emocionais e o mais importante de tudo estimula o imaginário das crianças, fazendo com que sejam crianças mais felizes e realizadas.

Fonte: BRAZELTON, T.B. (1998) O grande livro da criança, Lisboa

Arquivo com histórias: http://www.historiadodia.pt